gestao-financeira

Gestão Financeira: Conheça as dicas para melhorar seu negócio

Publicado em: 03/10/2019

À medida que o negócio cresce, vai aumentando gradativamente a complexidade de sua administração. Logo, a demanda cresce junto com os números de funcionários.

E para a gestão financeira não ficar comprometida é essencial estabelecer estratégicas para o fortalecimento do negócio, afim de proporcionar um crescimento equilibrado.

Assim, este artigo vai tratar de dicas sobre como a gestão financeira pode ajudar o seu negócio.

O que é Gestão Financeira?

É um conjunto de procedimentos e ações administrativas vinculados à análise, ao controle e ao planejamento de todas as atividades financeiras de uma empresa.

Em outras palavras, obter o máximo de lucro com as atividades da empresa. Tendo como principal passo a separação do dinheiro do negócio do dinheiro das despesas particulares.

As frentes da gestão financeira

Gestão do caixa no dia a dia

Administrar as entradas e saídas de recursos financeiros relativos a vendas, prestação de serviços, pagamentos de fornecedores, salários, tributos, despesas, entre outros;

Gestão de investimentos

Ocorre quando a empresa resolve expandir, modernizar, abrir novas unidades, comprar novas máquinas e equipamentos, etc.;

Gestão de crises

É um assunto pouco comentado, mas muito frequente. Envolve renegociar prazos com clientes e fornecedores, dívidas em instituições financeiras, protestos, negativações, ações de execução, enfim, fazer escolhas difíceis em tempos difíceis.

Importância da Gestão Financeira

A gestão financeira permite a correta administração dos recursos financeiros, o que viabiliza o fortalecimento da organização empresária e consequentemente proporciona o seu crescimento e a possibilidade de realizar novos investimentos.

Outro fator importante vinculado à saúde do negócio é que uma gestão financeira, quando bem-feita, possibilita a redução de gastos desnecessários e uma correta destinação dos recursos, o que impacta fortemente nos resultados financeiros.

Assim, quanto mais eficiente e ativa for a gestão, maiores serão a qualidade e os resultados alcançados pelo negócio.

Dicas de Gestão Financeira

Planejamento Estratégico

Para uma visão efetiva do direcionamento estratégico da empresa, é crucial que ela tenha uma definição bem clara de suas missões e objetivos estratégicos.

É preciso, dessa forma, uma reflexão permanente sobre os projetos da empresa, como serão executados, os prazos e quem serão os responsáveis por cada etapa. Além disso, seus dados devem ser avaliados pela equipe para que possam ser revisados quando houver necessidade.

Pense no futuro

O crescimento da empresa depende, também, das projeções feitas e quais os próximos passos a se seguir. Inclusive, a cada novo direcionamento, deve-se propor novos planos estratégicos e táticos. A estagnação surge quando não se sabe para onde ir.

Faça análises periódicas

É preciso analisar constantemente as condições financeiras do negócio para garantir que haja sustentabilidade econômica. Além disso, o gestor deve sempre manter equacionada a conta entre faturamento e gastos, listando os custos operacionais, os processos, a tributação, entre outros indicadores.

Além disso, é importante contextualizar a situação financeira da empresa com o mercado, seu posicionamento no segmento, entre outros dados que permitam enxergar se a execução do que foi planejado está dando os resultados que foram previstos.

Faça um controle mensal

Para que os gestores tenham condições de acompanhar os rendimentos e verificar se o Plano Tático está sendo, de fato, cumprido, é importante acompanhar regularmente os números da empresa.

Erros de uma Gestão Financeira

Negligenciar a realização do fluxo de caixa

Outro erro muito comum está diretamente relacionado ao fluxo de caixa. Muitos empresários não dão o devido valor a esse processo.

Todavia, o que eles não sabem é que manter um fluxo de caixa atualizado é necessário para evitar problemas financeiros em qualquer negócio.

Vale lembrar que realizar o fluxo de caixa não é apenas conferir o extrato bancário, mas avaliar todas as informações vinculadas às entradas e saídas de dinheiro da empresa.

Por meio do fluxo de caixa, você pode saber, por exemplo, quais recursos estão disponíveis, qual foi a receita gerada com as vendas e qual será o montante necessário para o pagamento das despesas.

Falta de controle do estoque

Outro erro muito comum é a falta de controle do estoque. Esse tipo de atitude pode gerar prejuízos significativos para a empresa, já que mantém parado um valor de investimento que poderia estar sendo usado para outras coisas.

Má gestão do capital de giro

O capital de giro é extremamente importante para um negócio, uma vez que ele é o responsável pela manutenção e continuidade de uma empresa.

Se uma empresa não tem capital de giro suficiente para se manter em funcionamento, ela não terá condições de manter as atividades da operação e pode vir a comprometer o funcionamento do negócio.

O gestor financeiro é o responsável pela administração do capital de giro e deve dominar o assunto.

Falta de organização dos documentos fiscais e contábeis

A ausência de organização dos documentos fiscais e contábeis pode implicar problemas sérios para o negócio, inclusive no que diz respeito à fiscalização de órgãos da administração pública.

Por isso, o gestor deve adotar medidas que permitam uma organização impecável dos documentos fiscais e contábeis, que devem permanecer constantemente disponíveis para consulta.

Gostou? Tem alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo!

A Razonet surgiu em 2016, foi planejada e desenvolvida nos mínimos detalhes, com muito cuidado e carinho para ser a melhor empresa de contabilidade digital do Brasil.

Ainda com dúvidas?

Veja aqui as principais perguntas e as respostas