Você sabe calcular o preço de venda?


 

O preço de venda é uma tarefa muito importante nas funções de um gestor. A partir do preço de venda o produto ou serviço será colocado para a avaliação do cliente. Perceba que o preço precisa ser justo, se for muito acima, o cliente não paga e o produto fica encalhado na prateleira ou o serviço será realizado pelo concorrente. Se for muito baixo, vende bastante, mas aí a empresa pode quebrar, porque o preço não é suficiente para repor o produto e pagar os custos e despesas fixas da empresa.

 Por isso, todo cuidado na elaboração do preço, ele deve ser na medida certa. Num comércio, por exemplo, o preço de venda da mercadoria deve ser capaz de pagar a reposição dessa mercadoria, os impostos, as demais despesas como aluguel, funcionários, energia elétrica, telefone e ainda sobrar o tão sonhado lucro.

Leia: Tudo o que você precisa saber sobre Contabilidade Digital

 O preço de venda na prática

 Vejamos esse exemplo bastante simples:

Seu José é dono de uma pequena mercearia no centro da cidade. Toda semana ele faz novas encomendas aos seus fornecedores, determina o preço desses novos produtos e os coloca na prateleira para vender com uma margem bruta de 50% sobre o preço de compra.

No final do mês, o mínimo que o seu José espera é lucrar pelo menos 50% a mais do valor que ele gastou, mas isso nunca acontece. O valor sempre é abaixo do esperado, ele lucra em torno de 30%. Mas como isso? Ele compra um produto por 10 reais, o vende por 15 reais e em vez de sobrar 5 reais de lucro, sobram só 3 reais. Para onde foram os outros 2 reais?

 Eles foram para pagar as contas de água, luz, telefone, internet, folha de pagamento dos funcionários, impostos... enfim, em tudo o que a mercearia precisa para ficar aberta durante o mês.

 O seu José cometeu um erro bastante comum, ele considerou somente o preço de compra da sua mercadoria para formular o seu preço de venda e esqueceu que existem muitos outros gastos que também devem ser levados em consideração.

 Esses gastos são as despesas fixas, que existem independentemente de a empresa estar aberta ou fechada, ao final do mês, lá estão elas esperando para serem pagas. Por isso, fazer o preço certo é fundamental para cobrir todas essas despesas e ainda terminar com o lucro que é o prêmio final do empreendedor.

Leia: Como migrar de MEI para ME em 5 passos simples

A importância de saber calcular o preço de venda

O empreendedor deve ter muito controlado o valor que ele gasta todos os meses com essas despesas necessárias para manter a empresa aberta. Se ele esquecer de colocar esses gastos na composição dos seus custos, vai operar com um resultado bem menor que o esperado ou até com prejuízo.

O índice de mortalidade das empresas no Brasil é alto e a maior mortalidade acontece até os cinco primeiros anos de vida. Justamente porque o empresário precisa cuidar de muitas tarefas. Se não contar com uma boa assessoria, corre o risco de trabalhar no vermelho sem saber buscar uma resposta para mudança de rumo.

 A Razonet é parceira dos empreendedores, nosso propósito é auxilia-los na condução dos seus negócios de modo que possam prosperar no mercado.

 Conte com a gente.

 

Valdenir Menegat

Sócio Fundador da Razonet

Deixe um comentário