PIX: o que é e como funciona


O que é o PIX? 

É uma nova forma de fazer transferência para qualquer banco ou instituição de pagamento em que você possa ter conta digital. Isso poderá acontecer a qualquer dia, hora, incluindo feriados e é muito mais prático do que TED ou DOC. Veio para revolucionar a forma como a gente paga hoje, no Brasil.

 

Quem pode utilizar? 

Não existe restrição de quem poderá utilizar o PIX, então transações entre pessoas físicas, entre pessoas jurídicas e até mesmo para efetuar pagamento de impostos!

 

Como funciona?

Não existe limitação das transações que você pode fazer, vai poder pagar contas diversas, até mesmo com QR code, transferências, impostos, o que for. Ele retoma o principio básico de pagamento, alguém quer receber e alguém quer pagar. O PIX resolve isso, ele faz uma conexão de uma conta para outra de uma forma linear, sem intermediações na operação. É por isso mesmo que ele é barato e rápido.

Para poder fazer um PIX ainda é preciso ter saldo na conta, então ele funciona como um cartão de débito. No momento ele ainda não trabalha com crédito.

Basta ter uma conta (que não necessariamente é uma conta corrente, pode ser conta poupança).

São 980 instituições que são homologadas pelo BC para usar o PIX. Então temos muitas empresas, um sistema cheio de concorrência para que todo mundo possa participar.

 

Quando entra em vigor?

Oficialmente o PIX entra em vigor no dia 16/nov., mas já é possível fazer o cadastramento da chave PIX, que é a chave que vai poder identificar para quem está indo o recurso. Inclusive muitos bancos já estão procurando os clientes para fazer esse cadastramento para que eles possam utilizar o PIX a partir do dia 16 de novembro.

 

Diferenças entre o PIX e as formas tradicionais de transferência/pagamento:

DOC - é limitado a 5 mil reais e cai na conta de destino no próximo dia útil. Se a transferência for realizada após as 22h esse valor estará disponível somente dentro de 2 dias uteis.

TED – não tem limites de valores, mas se for realizado após as 17 horas esse valor somete estará disponível no dia seguinte.

PIX não tem esse tipo de limitação, funciona todos os dias, 24h inclusive domingos e feriados e as transações são realizadas em no máximo 10 segundos. É uma nova forma de transferir recursos. Transações entre pessoas físicas serão gratuitas e entre pessoas jurídicas terá um custo, mas será menor do que o do TED e DOC.

 

Como fazer o PIX?

Vai ser por meio de QR code, mais ou menos como os pagamentos feitos via QR code em maquininhas do comércio hoje em dia.

No QR code do PIX cada compra ou serviço prestado gerará um QR code único.

Outra forma é através de um link, esse link pode ser lido dentro da instituição financeira que você tem conta.

Hoje você entra na sua conta para pagar um boleto e pode digitar o ou escanear o código de barras. No caso do link do PIX você pode acessar sua conta e colocar lá o link para pagar.

Outra forma, você pode digitar as informações na hora de fazer o PIX de forma manual.

Futuramente será possível pagar por biometria e face id.

O que identifica a sua conta e você é a sua chave do PIX. Essa chave deve ser feita junto à sua instituição financeira (que você tem conta).

E aí, gostou do material? Deixe seu comentário! 

Deixe um comentário

Carlos Augusto F. de Castro

Boa tarde,
Material de fácil entendimento, esclarecedor.

08/10/2020 às 15h53

Razonet Contabilidade Digital

Oii, Carlos!! Tudo bem?

Que bom que foi esclarecedor. Queremos muito poder contribuir sempre que possível. :)


Por isso, te convido a acompanhar nossos e-mails e o blog, toda semana produzimos conteúdos relevantes para os empreendedores. Conteúdos sobre contabilidade, gestão e muito mais.

Espero que possamos contribuir ainda mais! <3

08/10/2020 às 17h05

HAROLDO CHAVES

UM BOM COMENTARIO

08/10/2020 às 17h45