Gestão de finanças para empresas de saúde


Esta semana temos dicas para ajudar a gerir as finanças das empresas na área da saúde. Se você tem uma clínica, um laboratório, um consultório leia este artigo e saiba como melhorar o controle e o planejamento do seu dinheiro.

Vamos a um exemplo prático, imagine que um grupo de colegas decidem abrir a seguinte empresa:  Vida Centro de Serviços Médicos Ltda., um consultório médico com serviços integrados. Laura é especialista em Obstetrícia, Otávio é especialista em Pediatria, Flávia é especialista em Ginecologia. Eles resolveram oferecer todos esses serviços em único ambiente, facilitando a consulta de seus pacientes.

Sabemos que a área da saúde tem um custo muito alto por conta da aquisição dos equipamentos e utensílios necessários para exames e procedimentos, por exemplo. Além de mobília, decoração que serão investimentos realizados antes mesmo de abrir a empresa.  

Como o gasto inicial é bem alto os especialistas precisam planejar e ter o controle do dinheiro para que o investimento seja recuperado o quanto antes. Além do mais, com o consultório aberto eles terão gastos com o salário da equipe de auxiliares e da secretária, manutenção do consultório, energia elétrica, internet, água, etc.

Mas como recuperar o investimento no menor período de tempo possível? Clientes, claro! E o que fazer para que as pessoas se tornem clientes? Marketing!

Aí vai mais um investimento altíssimo, será que eles estão preparados para todos esses gastos?

Dicas para uma gestão financeira correta e eficaz na área de saúde:

Para que uma empresa na área da saúde tenha uma boa gestão financeira depende muito do seu planejamento, da análise e do controle do dinheiro, assim é possível minimizar os riscos da operação e garantir a sustentabilidade financeira no futuro.

1. Tenha conhecimento dos seus gastos

Realize um orçamento! No exemplo do nosso consultório médico, os especialistas precisam colocar no papel todos os gastos iniciais, além dos gastos mensais do negócio.

Serão necessários equipamentos caros para realizar os procedimentos? Você terá gastos com água, luz, aluguel ou empregados? Coloque tudo no papel, assim como os gastos com o marketing, afinal, ele é responsável por trazer novos clientes para a sua empresa.

Esses valores servem para dar direção ao seu negócio, para que você tenha o resultado esperado e claro, a nossa tão sonhada lucratividade.

2. Analise os números com frequência

Verifique todos os gastos que você tem com os procedimentos executados e analise se vale a pena que eles continuem em execução, se você não deve mais executar, se você deve executar um novo procedimento ou até mesmo se vale a pena terceirizar, ou seja, que um parceiro seu execute essa tarefa.

3. Contas a pagar e contas a receber precisam estar no mesmo ritmo

Tenha o controle das contas a pagar e contas a receber, elas funcionam como uma engrenagem, precisam girar no mesmo ritmo.

É importante que elas estejam alinhadas para que você verifique se há necessidade de um empréstimo, por exemplo, ou se você terá capital suficiente para arcar com suas estratégias e gastos.

É um processo trabalhoso, mas é essencial para alcançar os objetivos da empresa, assim você conseguirá controlar os custos, medir o desempenho e garantir um saldo positivo no fim do mês.

4. Separe as contas pessoais das contas da empresa

A conta de internet é do consultório? Pague com o dinheiro do consultório, não com o seu. A conta da Netflix é da sua casa? Pague com o seu dinheiro e não com o do consultório. Essa separação é fundamental, não confunda o capital.

5. Adquira um sistema financeiro online e integrado

Mais praticidade e segurança para o seu dia a dia! Um sistema que permite o controle de contas a pagar e a receber, fluxo de caixa em tempo real, resumo financeiro diário e muito mais é possível com diversos sistemas e melhor, integrado a sua contabilidade, como é o caso da nossa parceira Omie. Clique, entre em contato e experimente grátis por 07 dias.

Se você não tiver tempo ou aptidão para fazer a gestão financeira do seu negócio, é fundamental que contrate um administrador, pois além de profissional da saúde, agora você também é empresário!

A contabilidade da sua empresa a Razonet cuida para você, é só entrar em contato clicando aqui.

 

Fonte: Conta azul

Deixe um comentário