Definição de metas para empresas: Entenda a importância


O antigo filósofo Sêneca já dizia: não há ventos favoráveis para quem não sabe onde quer ir. No mundo das empresas, por menor que seja, essa afirmação não poderia fazer mais sentido. Os desafios que o empreendedor tem no dia a dia são muitos e é fácil perder o foco com atividades rotineiras ou paralelas. O estabelecimento de metas permite ao empreendedor dar uma direção para o negócio e alinhar toda a equipe no mesmo sentido.

A definição de metas tem a virtude de estimular, de provocar, de desafiar as pessoas e, com isso, colocá-las em movimento, na busca do seu alcance, todas no mesmo barco remando para a mesma direção. A meta gera a energia para que todos da empresa se sintam desafiados.

Leia mais: Como abrir uma empresa

Metodologia para definição de metas

Faça um planejamento estratégico

Existem muitas formas e metodologias para fazer a definição de metas certa. A principal ferramenta é o Planejamento Estratégico, que pode ser usado com maior ou menor sofisticação, mesmo por empresas menores.

Na elaboração do Planejamento Estratégico se busca identificar o mercado que a empresa está inserida, discutir quais são as tendências de médio e longo prazo e mapear as ameaças e oportunidades, as fraquezas e as forças da empresa. Em função dessa análise são criadas as estratégias para melhor aproveitar as oportunidades que a empresa tem e se proteger das ameaças.

E a partir dessas estratégias é possível estabelecer as metas certas, em vários níveis, tanto metas estratégicas quanto operacionais. É importante que elas estejam correlacionadas e convergentes de modo a integrar as equipes e fazê-las pensar e agir de maneira alinhada e no mesmo rumo. As metas não podem ser fáceis de serem atingidas e devem ser suficientemente desafiadoras, mas não a ponto de desmotivar. Fazer a definição de metas no ponto certo é quase uma arte. 

Defina reuniões para acompanhamento das metas

Outro aspecto importante é criar uma governança, que nada mais é que a sistemática de reuniões para acompanhamento e monitoramento das metas. Nessas reuniões se discute o que vem dando certo, o que está dando errado e o que precisa ser modificado para que a meta seja atingida no tempo esperado.

Para as metas operacionais as reuniões devem ser mais frequentes como semanais. Para o acompanhamento das metas estratégicas as reuniões podem ser mensais ou trimestrais. Mais do que acompanhar se a meta está sendo atingida ou não é importante ter os planos de ação e as pessoas certas na execução. Afinal, é na execução que se ganha o jogo. Na execução daquilo que foi planejado e buscando atingir a meta. Não na execução de qualquer coisa. 

Uma estratégia bem pensada, a definição de um conjunto de metas balanceadas, uma boa governança e as pessoas certas garantem a execução da estratégia, promovendo o crescimento da empresa e a sua sustentabilidade ao longo do tempo. E empresas de qualquer tamanho podem fazer isso. Não precisa muita sofisticação. O importante é começar com o que for possível fazer e ir melhorando.

Leia Mais: 10 dicas de gestão financeira para pequenas empresas

Para finalizar, um dos mestres do assunto no Brasil é o Prof. Vicente Falconi e indico o livroO Verdadeiro Poder para quem quiser se aprofundar um pouco mais no assunto e entender a força das metas.

Até mais!

Odivan Cargnin

Sócio Fundador da Razonet

Deixe um comentário